segunda-feira, 15 de março de 2010

A Crítica: Limpeza ou Sujeira



Acompanho, através deste blog, a página intiulada 'Blog de um sem-mídia', mantida por Carlos Augusto de A. Dória, um economista aposentado e petista. Na última vez que a visitei, surpreendi-me ao ler a postagem 'mídia: como enfrentar o PIG'. É um texto retirado do blog 'por um novo Brasil!!' (http://por1novobrasil.blogspot.com/), que está todo recheado de propaganda eleitoral governista, odes à Lula e Dilma e vídeos pró-candidata, além de links para páginas de alguns setores do governo.

O texto acusa a mídia de bombardear Lula com propaganda negativa, e tenta criar uma rede de militância para que as pessoas possam manifestar seu apoio ao governo. Me recuso a aceitar que alguém que tenha um mínimo de senso crítico, ou mesmo de inteligência, possa fazer tanto alarde em favor de tão execrante governo.

Num dos trechos do texto, Jussara Seixas, autora do blog, sugere que as pessoas comuns criem uma rede com, no mínimo, 50 contatos cada, para que possam ser divulgadas versões 'limpas' dos fatos. Incentiva ainda a participação diária, através de comentários (pró Lula, claro), em páginas como a da Veja, do Estadão, da Folha e do Globo, além de páginas de redes sociais como o Facebook e o Orkut.

Interessante notar o termo 'versões limpas dos fatos'. Seriam limpas quais versões? as que elogiam o 'melhor presidente do Brasil'? as que elegem Dilma ao presidencialismo mesmo antes das eleições? as que trazem no seu bojo o interesse comunista e ditatorial de um governo ignóbil? as que mascaram os reais interesses do discurso e das atitudes desses covardes que nos governam como tiranos? Não posso extrair conceito diverso de tal discurso.

No mesmo texto, Jussara dá a definição do que seriam as versoes sujas dos fatos: todas aquelas que se referem ao presidente Lula e à sua cambada de jagunços de maneira crítica.

Para ela, é tática do PSDB sempre manter na mídia uma denúncia contra o presidente e sua candidata. É triste notar que o argumento utilizado pelos partidários do PT se resume a tão pobre premissa, que se utiliza apenas do sofismo e de discursos prtensamente humanitários para contestar as verdades que estão jogadas à cara de qualquer pessoa que pensa. Esquecem-se que pessoas comuns, como o Zé Coitér, sem filiação partidária alguma, sem pretensão político-formal alguma, sem compromisso com qualquer quadrilha de mercenários chamada partido político possam se indignar contra a maneira com a qual esse governo desgerencia esse país, e contra a maneira com a qual ele tece seu discurso malicioso e enganador. Com essa visão dicotômica e simplória, não poderemos travar um debate frutífero sobre política nesse país.

Imaginem o desepero de pessoas que veem a crescente onda de críticas bem fundadas, diga-se, ao governo, porque não há argumentos válidos para que essas críticas sejam contestadas.

2 Comentários:

Juliana disse...

e o ano eleitoral nem começou ainda... imagine como tudo estará dentro de alguns meses...

O Cínico disse...

Ao menos o Cínico terá muito material para postagens, pode acreditar...

Postar um comentário

Publique aqui o Seu pensamento, Crítica ou sugestão. Os comentários não são moderados: diga o que quiser e identifique-se se quiser. Obrigado por visita o blog do Cínico.

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO